STRESS PROVOCA ACNE OU ACNE PROVOCA ESTRESS ?


Falar sobre acne, nunca é simples, todos sabemos. A discussão que queremos colocar em foco é: qual a relação entre acne e stress. O stress pode provocar acne? E acne, provoca stress?
A resposta é sim para as duas perguntas. Em 2003, Dra. Annie Chiu e colaboradores realizaram uma pesquisa com estudantes da Universidade de Stanford, EUA, e a conclusão foi que o stress provocado pelas provas escolares tem uma correlação fortemente positiva no agravamento da acne. Por outro lado, Zouboulis & Böhm em 2004, destacaram em uma revisão, que a acne é uma doença crônica da pele induzida por hormônios e o fator stress cria uma grande pressão fisiológica que causa um desequilíbrio na liberação hormonal. Como um círculo vicioso, a aparência da pele com acne provoca mais stress, tendo em vista a diminuição da auto-estima e todas as suas implicações, necessidade de tratamento, mudanças de alimentação e hábitos (só citando alguns aspectos).
Quando uma pessoa está estressada, seu corpo libera o hormônio cortisol, que uma vez ativado, aumenta a produção de sebo. Alto nível de cortisol pode inibir a produção de colágeno pela diminuição da ação da enzima colagenase. O stress fisiológico promove stress oxidativo e inflamação, piorando todo o quadro.
AQUI VALE UMA REFLEXÃO: Fundamental estar seguro quanto a escolha do seu tratamento e a qual profissional você entregará sua pele, ou seja é claro  a importância da escolha do tratamento correto, pois mesmo sendo a longo prazo, quando o paciente/cliente sente segurança de que está em boas mãos e de que está indo pelo caminho certo, o nível de stress diminui e a resposta fisiológica do corpo começa entrar em equilíbrio. Harmonia entre corpo e mente é uma maneira eficaz de desencadear um verdadeiro tratamento interno,  psicológico e se ocorre em conjunto com o tratamento tópico traz muitos benefícios.
Quando o assunto é acne lembre-se para complementar o tratamento cosmético ou dermatológico é necessário: correta avaliação da pele ( Acne é coisa séria, não pode haver “ achismos”! ), escolha de produtos cosméticos com ação direta sobre o problema, sendo eficazes e confiáveis, excelência na aplicação e que transmita confiança ao cliente.

Depois, observe o resultado! Sucesso!!!

CHIU A, CHON SY, KIMBALL AB. The response of skin disease to stress: changes in the severity of acne vulgaris as affected by examination stress.Arch Dermatol.n.139, v.7, p.897-900, 2003. Disponível em: <http://www.healthmegamall.com/Articles/BabeskinArticle54.pdf>. Obtido em 14/02/2014 15:15h
FIGUEIREDO, A. et al. Avaliação e tratamento do doente com acne – Parte I: Epidemiologia, etiopatogenia, clínica, classificação, impacto psicossocial, mitos e realidades, diagnóstico diferencial e estudos complementares. Revista Portuguesa de Clinica Geral, v.27, 2011.
ZOUBOULIS CHC, BÖHM M. Neuroendocrine regulation of sebocytes – a pathogenetic link between stress and acne. Experimental Dermatology, v.13, n.4, 2004.
YOSIPOVITCH G. et al. Study of psychological stress, sebum production and acne vulgaris in adolescents. Acta Derm Venereol. V.87, n.2, p.135-9, 2007. Disponível em:<http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17340019>. Obtido em: 14/02/2014 15:20h
Compartilhar Google Plus

Autor SPA DA PELE Cosmecêuticos

Esta é uma breve descrição no bloco de autor sobre o autor. Editá-lo so no html.
Postagem mais recente Página inicial